Foto: Leo Barizzoni

Há um interesse cada vez maior  pelo uso das TIC como instrumentos na
busca de transparência e prestação de contas.

A aprovação e implementação de leis de acesso à informação constituem uma tendência crescente na América Latina, assim como o crescimento de movimentos e iniciativas de governo aberto e dados abertos. A popularização do acesso à internet em dispositivos móveis e a facilidade do desenvolvimento de aplicativos são também alguns dos elementos que justificam a dedicação a este tema.

 

Atualmente, há um interesse cada vez maior de movimentos de participação cidadã pelo uso das tecnologias da informação e da comunicação (TIC) como instrumentos na busca de transparência e prestação de contas, assim como as comunidades e organizações com experiência e interesse no desenvolvimento de tecnologias com fins cívicos. Esses fatores são importantes para a produção de mudanças sociais na América Latina.

 

A ferramenta Tecnologia para a
Mudança Social da Avina

A nova ferramenta de impacto da Avina chamada Tecnologia para a Mudança Social é voltada para a exploração do potencial do uso das TIC para os programas da organização, de modo que possam desenvolver, acelerar e expandir processos, e fortalecer a ação dos cidadãos mediante participação cívica. Além disso, a ferramenta promove investigações e sistematiza conhecimentos sobre modelos e teorias de mudança e sobre como essas tecnologias promovem a mudança social.

 

A Avina mapeou centenas de plataformas cívicas e dezenas de organizações e comunidades na América Latina voltadas para a exploração do uso de tecnologias para a mudança social.

 

Tecnologia para a Mudança Social em 2013

Entre os projetos que já estão em andamento para 2013, destacamos o Fundo Acelerador de Inovações Cívicas. Em dezembro de 2012, a Fundación Avina, a Avina Americas e a Omidyar Network formalizaram uma parceria com o objetivo de fomentar o desenvolvimento de projetos de tecnologia de caráter cívico, preferencialmente baseados em dados abertos, que buscam aprimorar a prestação de contas e a participação cidadã.

 

Assim foi criado o Fundo Acelerador de Inovações Cívicas, que terá três anos de duração. Esse fundo busca reduzir a distânciaentre os movimentos cívicos e a tecnologia, identificando e apoiando integralmente a implementação de inovações tecnológicas que acelerem estratégias coletivas de mudança social na América Latina, especialmente em áreas urbanas.

 

Serão apoiadas iniciativas que sejam passíveis de reprodução, sustentáveis, voltadas para a mudança e para a implementação de políticas públicas, e com grande participação da sociedade civil. O Fundo também promoverá uma comunidade de prática e desenvolverá estudos e modelos sobre como as TIC podem acelerar a mudança social.

 

Na primeira das três convocatórias do fundo (2013, 2014 e 2015), serão priorizados os investimentos em plataformas voltadas para os seguintes temas: monitoramento de indicadores de qualidade de vida, participação digital, monitoramento de planos e indicadores de governo, acompanhamento e controle de orçamentos públicos, mapeamento de recursos e coordenação da comunidade, acesso a informação e dados públicos, monitoramento do impacto ambiental, monitoramento da violação aos direitos humanos, consumo responsável e acompanhamento de eleições locais em países da América Latina.

 

Nossos principais parceiros e coinvestidores em 2012 para essa oportunidade são:
  • Omidyar Network e Avina Americas: assinam parceria para um investimento conjunto de três anos (2013-2015) para o programa Fundo Acelerador de Inovações Cívicas. 

 

Estudo “Techyredes: Método para dinamizar redes sociais dedicadas a causas usando ferramientas web e protocolos de interação”, publicado pela Fundación Avina e Cidade Democrática. Faça o download aqui.